Slide

Não me leve a mal, é que eu estou bem assim

quarta-feira, fevereiro 15, 2017

 Não-me-leve-a-mal

 Foto: @marieeeantoinette


Todas aquelas cartas já não importam mais. Aquelas palavras não surtem mais efeito algum em mim, e eu não preciso mais tomar doses de você todos os dias. Eu superei. Eu não precisava reafirmar isso, mas é que você insiste em nós dois, sabendo que já acabou. Sabendo que você foi a causa de toda essa bagunça, dessas malas jogadas pelos cantos e das lágrimas intermináveis. Você insiste em algo que já foi embora há um bom tempo.

É que eu estou bem, vestida com aquela blusa que você detestava, com o batom que você dizia ser vulgar e com os amigos que você dizia que eu deveria manter longe. Eu estou bem com o meu emprego no escritório, meu café às 8 da manhã e meus fones de ouvido. Eu pensei que nós nos amávamos, mas nós não estávamos ao menos apaixonados. E a diferença é gigante.

Não me leve a mal, é que eu estou bem assim. Feliz com a pipoca do cinema, os sorvetes no final das tardes de verão e os beijos rabiscados em qualquer bar por aí. Eu estou bem mesmo sem saber o que vou fazer em 5 anos, se estarei aqui ou em uma prainha deserta. Se estarei fazendo um mochilão pela Europa ou trabalhando em uma grande empresa. Eu não gosto de planejar o futuro, cê sabe disso. Eu amo a incerteza do amanhã.

Não é que eu te despreze, eu apenas não me importo mais. Não importo com quem tu andas, com quem estás, como vives. Apenas desejo teu bem. Desejo dezenas de sorrisos todos os dias, chocolate quente no inverno e uma moça que possa te dar conforto nos dias ruins. Dizem que tu tem certeza que superou alguém quando não pensa mais nessa pessoa. Eu já digo algo que passa um pouco longe desse pensamento: acredito que tu tem certeza que superou alguém quando pensa na pessoa, e não sente nada. Quando esquece de lembrar todos os dias que precisa esquecê-la.

Eu te deixei guardadinho lá no fundo, como uma lembrança boa. Prefiro deixar as desavenças e as brigas de lado, e lembrar do teu lado bom. Eu só não sinto mais falta, sabe? Eu vivo feliz sozinha, desatei as amarras da minha felicidade. Ela não se encontra mais em outra pessoa, em outras coisas, em outros sonhos. Ela se encontra dentro de mim mesma, e eu já não preciso buscá-la mais constantemente. Basta querer senti-la.

Eu sinto muito. Por ter sido fria, pelas mensagens não respondidas, pelas ligações ignoradas. Eu precisava ser fria, sabe? É aquela história de precisar esquecer, seguir em frente. Eu segui. E acho que quando você percebeu isso, voltou 10 passos para trás. Talvez mais. Hoje eu estou aqui, sentada, pensando em como tudo mudou e em como nós mudamos. Eu não sou mais a menininha que chora escondido pelos cantos, eu sou aquela que ergue o rosto e permanece forte apesar de tudo. Você me fez desse jeito. Não me leve a mal, é que eu estou bem assim. Sem você.

Leia também

4 comentários

  1. Caramba! Esse texto literalmente me definiu.
    Não só definiu como penso e sinto, mas como as coisas aconteceram na minha vida. Eu amei tanto que ou compartilhar (o que não é novidade para mim quando se trata dos teus textos).

    Acredito muito que não precisamos de ninguém para ser felizes e nos amar, que só precisamos de nós mesmos. Sempre digo que precisar de alguém para ser feliz é ser dependente desta pessoa, então quando e se ela for embora, a nossa felicidade também se vai. Isso é errado! Por isso dei um tempo para mim, me redescobrir e voltar a sentir coisas que a muito estavam esquecidas. Exatamente como no texto, eu estou feliz assim, sem a pessoa. Sozinha!

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que linda hahaha ♥

      Nossa, é exatamente isso! A gente acaba colocando tudo na outra pessoa, e quando ela vai, leva tudo junto e nos deixa sem nada. É importante nos dedicarmos a nós mesmas para percebermos que somos completas sozinhas também =)

      Beijos.

      Excluir
  2. "Eu não gosto de planejar o futuro, cê sabe disso. Eu amo a incerteza do amanhã."

    Às vezes sociedade não aceita bem que se sente tranquilo sozinho. É um turbilhão de ideais de felicidade e vida completa que se resume a dividir os momentos com outra pessoa, quando a pessoa que deve ser a mais importante pra nós somos nós mesmos. É bom a companhia, até facilita seguir a trilha sinuosa da vida, mas melhor ainda é aproveitar a vida só. Curtindo a própria companhia. Os próprios pensamentos. Almejando os próprios sonhos. Nem sempre é bom dividir. Às vezes até cansa. Por hora, é ótimo estar assim: sozinha. E não é pensamento de forever alone ou coisa assim. É pensamento de gente bem resolvida! ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, isso mesmo ♥ Acho que os dois são bons, tanto ser solteiro quanto namorar, o problema é que algumas pessoas pensam que um anula o outro, né? E é bem o que precisamos: gente bem resolvida! Se não somos felizes sozinhos, como seremos com outro alguém? :)

      Beijos!

      Excluir

Postagens Populares

Inscreva-se