Slide

Temos tão pouco tempo

quarta-feira, novembro 30, 2016

 temos-tão-pouco-tempo

 Foto: @brandonwoelfel


A vida, é teoricamente, um ciclo. Nascemos, crescemos, estudamos, nos apaixonamos, trabalhamos, casamos, temos filhos, envelhecemos e morremos. Nem sempre passamos por todas estas etapas, mas desde cedo calculamos que será mais ou menos desta forma. Fazemos planos para o futuro, pensamos na faculdade que queremos cursar, em quando o amor da nossa vida vai aparecer, e todas essas coisas clichês que - mais uma vez, teoricamente - fazem parte da vida de um ser humano.

Todos os dias, são teoricamente, um ciclo. Acordamos, tomamos café, vamos ao banheiro, tomamos banho, nos vestimos, vamos ao trabalho, à academia, voltamos para casa, jantamos, fazemos qualquer coisa e vamos dormir. Todos os dias. Milimetricamente planejados. Fazemos as coisas tão automaticamente que nunca sequer pensamos em imprevistos. Afinal, todos os dias são iguais. Hoje eu vou na academia, amanhã preciso ir comprar umas roupas e no sábado visito meus pais.

Não há garantia nenhuma do amanhã. E jamais passa pela nossa cabeça que talvez não estejamos aqui para visitar nossos pais no sábado. Para dizer eu te amo para o namorado às 9 da noite. Para publicar o tão sonhado livro. Para ir ao trabalho amanhã. Para brincar com o cachorro até não poder mais. Nós esquecemos que o inesperado não acontece só com o vizinho, ou com aquele desconhecido do outro lado do país. Nós nunca imaginamos que aquelas coisas que nos fazem pensar "isso nunca vai acontecer comigo", podem acontecer abruptamente.

A vida é um piscar de olhos. Um estalo. Em um segundo estamos aqui, no outro, talvez não estejamos. Nos perguntamos o porquê. O porquê de um ciclo ser interrompido. Por que justamente ela? Por que comigo? Dizem: ele era tão jovem. Tinha tantos sonhos, tantos planos. Ele deixou a mãe sozinha. Ela deixou 3 filhos. Perguntamos se, caso tivessem deixado para sair de casa 10 segundos depois, não teria sido diferente. E se, e se? E se ainda estivessem aqui? Algumas coisas talvez estejam destinadas a acontecer. Talvez tudo já esteja planejado, e nenhum "se" poderia mudar nada. Nenhuma vírgula mudaria o final da história, apenas porque ela jamais poderia estar em outro lugar a não ser exatamente o lugar em que já está.

Não entendemos os motivos. Choramos, deixamos a dor tomar conta de nossos corações. De nossos corpos, frágeis, miúdos diante da dimensão de tudo isso. Nos perguntamos qual é o nosso motivo para estarmos aqui, qual o nosso destino. Temos medo do amanhã. Nesses momentos, temos medo de perder tudo. De não fazer o que queremos, de não amar como deveríamos, de ter pouco tempo. Temos tão pouco tempo.

Aos que já se foram, nos resta pensar que cumpriram sua missão por aqui. Que era sua hora, por mais que agora, não possamos entender nem como nem o porquê. Seja qual for sua religião, seu Deus, sua crença, esqueça tudo isso por um momento. Estamos todos nos mesmo barco, independente de tudo isso. Todos estamos aqui, e daqui um dia partiremos.

Dizem para não deixar para amanhã o que você pode fazer hoje. Você não sabe o que te aguarda em 15 minutos, 10 horas ou até mesmo 2 meses. E é por isso que você precisa viver como se cada segundo fosse o último. Diga eu te amo mesmo com medo. Beije mesmo com receio. Fale o que quer mesmo com vergonha. Sonhe, mesmo que digam que não conseguirá alcançar. Visite quem você ainda pode. Deseje o bem sem ver a quem. Viva a vida ao máximo, pois esta é uma vida que vale a pena ser vivida. A vida é um sopro, um piscar de olhos. Só cabe a nós sabermos fazer de todo o tempo que temos, uma eternidade.

Leia também

18 comentários

  1. Apaixonada por esse texto, suas palavras, extremamente tocantes. Será meu post de blogueiras do dia, lá na página do blog.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Mariiii.. depois de tanta tragedia e tristeza essa semana, preciso dizer que o teu texto caiu TAO BEM. Tao cheio de esperanca e tao cheio de valor pra vida. Muito bom mesmo. Parabens tchuca. Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, fico muito feliz em ler isso. Tanta coisa ruim nos cercando, acaba nos fazendo refletir sobre muita coisa. Fico feliz que tenha gostado, obrigada <3 Beijos.

      Excluir
  3. Não tinha lido teu texto ainda, mas fiz um post exatamente sobre isso hoje. É tão estranho pensando que as coisas acontecem assim, do nada. Não temos tempo para despedidas, nem nada parecido. É mesmo um sopro. Adorei o texto, a reflexão ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn ♥ Sim, é louco pensar que não sabemos como será o dia de amanhã, que nossos planos podem simplesmente não acontecer. Muito obrigada Kel =)

      Excluir
  4. Meu Deus, que texto lindo! Concordo com tudo o que você falou e, de alguma maneira, esse texto me tocou e me fez refletir ainda mais sobre a vida <3
    Beijos
    Boas de Papo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, muito obrigada! Eu fico super feliz em saber disso, é realmente a intenção. Fazer com que as pessoas reflitam mais sobre o valor da vida. Beijos ♥

      Excluir
  5. Olá Mari, que saudade ? tudo bem?

    Amei o texto por completo, mas minha parte favorita foi essa: A vida é um piscar de olhos. Um estalo. Em um segundo estamos aqui, no outro, talvez não estejamos. Nos perguntamos o porquê. O porquê de um ciclo ser interrompido. Por que justamente ela? Por que comigo? Dizem: ele era tão jovem. Tinha tantos sonhos, tantos planos. Ele deixou a mãe sozinha. Ela deixou 3 filhos. Perguntamos se, caso tivessem deixado para sair de casa 10 segundos depois, não teria sido diferente. E se, e se? E se ainda estivessem aqui? Algumas coisas talvez estejam destinadas a acontecer. Talvez tudo já esteja planejado, e nenhum "se" poderia mudar nada. Nenhuma vírgula mudaria o final da história, apenas porque ela jamais poderia estar em outro lugar a não ser exatamente o lugar em que já está.

    Ultimamente tenho pensado muito em um primo meu que se foi. Ando me perguntando quais eram os seus sonhos, o que ele pretendia cursar, se queria casar, ter filhos... São tantas perguntas e apenas uma resposta: Acabou. Evaporou. Sumiu. Se desfez. Se tornou pó. Tudo.

    Se quiser saber de onde brotei...
    No More Lies

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Geovanaa! Quanto tempo, tudo bem =)

      Realmente quando essas tragédias acontecem (seja longe dos nossos olhos, ou mesmo com alguém próximo de nós), a gente para pra pensar em tudo. Se formos pensar em todas as hipóteses, acabamos por enlouquecer. Por isso que precisamos viver todos os dias como se fosse o último.

      Que bom que gostou do texto ♥ Beijos.

      Excluir
  6. Oiee ~

    Caralho, que texto maravilhoso! Eu penso igual a você, penso que precisamos viver o agora, que precisamos aproveitar enquanto ainda estamos aqui. Claro que as vezes a gente não vai querer sair da cama, ir se divertir, ficar com alguém, namorar, se apaixonar, se casar, ter filhos, correr atrás dos sonhos ao invés de ficar em casa. Mas mesmo assim, a gente tem horas que quer aproveitar, que quer seguir em frente e fazer tudo que a vergonha não deixa. Porra, a gente precisa aproveitar, a gente nunca vai ter duas chances... Até porque a vida infelizmente, é uma só e ela passa em um estalo de dedos.

    Amei o post, o texto, tudo <3

    Beijos, www.valentinices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valentina! Muito obrigada por todo esse carinho, eu fico muito agradecida e feliz ♥

      Realmente é exatamente isso, em muitos momentos nos damos conta de tudo e isso e precisamos dar o devido valor. A vida é uma só, temos que vivê-la ao máximo enquanto podemos.

      Beijos.

      Excluir
  7. Lindo texto Mari. Precisamos parar mais de pensar apenas no futuro, que talvez nunca chegue, e viver o hoje.

    http://susanybatoli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Su! Exatamente isso. Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado <3 Que possamos viver mais o hoje.

      Excluir
  8. Que texto lindo Mari <3 bem reflexivo!
    "Só cabe a nós sabermos fazer de todo o tempo que temos, uma eternidade". Essa frase é muito real. Ainda mais com todas essas coisas tristes acontecendo pelo mundo. Nunca sabemos quando vai ser a vez da gente.

    www.verifiqueapagina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigadaa Jenniffer! Sim, é bem assim... temos que aproveitar tudo o que pudermos enquanto ainda estamos aqui.

      Excluir
  9. Nossa, que texto lindo. Realmente amei, eu amo esse tipo de inspiração. Temos mesmo que viver cada segundo como se fosse o último, amar como nunca, e estarmos felizes. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, muito obrigada! Fico super feliz em saber que gostou do texto =)

      Excluir

Postagens Populares

Inscreva-se