Slide

Sobre os Nossos Medos

segunda-feira, março 28, 2016


Ainda não sei o motivo, mas os seres humanos têm uma mania péssima de quererem se adaptar ao padrão. Serem todos iguais, sabe? Como brinquedos saindo de uma fábrica. Se um dos brinquedos possuir algo de diferente, é um defeito. Motivo para ninguém querer comprá-lo, motivo para ele ter desconto já que "veio com defeito". Será que nós estamos nos vendendo por um preço tão baixo assim?

Não vou ser hipócrita e dizer que nunca fiz nada para ser aceita. Acredito que todo mundo já fez. Ou deixou de fazer. Deixou de falar alto com vergonha que os outros ouvissem, deixou de comprar uma roupa porque era "exótica". Deixou de dar a sua própria opinião com medo de ser julgada. Fez uma dieta maluca para emagrecer horrores porque não se sentia bem com o próprio corpo. Se sentiu estranho porque sempre foi tímido, e nunca a pessoa mais sociável do mundo. Talvez você não tenha passado por nenhuma dessas situações, mas por alguma do tipo, eu tenho certeza que sim.

O que me fez pensar nisso, foi uma situação que aconteceu comigo. Acho que todo mundo tem uma parte do corpo que não gosta, né? Eu nunca gostei do meu sorriso. Sempre foi algo que me incomodou, e eu não sei quantas vezes eu deixei de sorrir por medo de que fossem falar ou rir de mim. Queria colocar aparelho, mas deixei para colocar depois que acabasse a escola. E aí eu fiquei com vergonha de ter que usar aparelho e não ser mais uma criança. Foi aí que eu comecei a ver o quão ridículo isso era.

Por que eu tenho que me preocupar com o que os outros vão pensar? Caramba, ninguém vai olhar pra mim e dizer "nossa, que engraçado, ela usa aparelho!". O que eu acho engraçado é como nós criamos monstros dentro da nossa cabeça. Imaginamos coisas e situações bizarras por medo. Outro dia ouvi falar que a vida é sobre enfrentarmos os nossos medos. E realmente, é. Todo medo que você enfrentar, vai te trazer algo bom depois.

Pode parecer boba a questão do aparelho, e parece pra mim quando falo em voz alta. Na nossa mente, tudo parece mais complicado, sabe? Às vezes só precisamos colocar pra fora para entendermos melhor. E agora eu estou muito feliz, porque vou ter um sorriso bonito daqui a algum tempo. Essa vai ser a minha recompensa. E milhares outras que virão junto com isso.

O medo é aquilo que te faz ficar pensando depois "mas por que eu não falei tal coisa?". Que te faz perder o sono de noite e te deixa ansiosa pensando no amanhã. Enfrente seus medos. Suba ao palco e saiba depois como é sentir orgulho de si mesmo e adquirir confiança no seu potencial. Não guarde a sua opinião para si e veja como é válida a sua capacidade de argumentação. Mande seus textos pro seu destinatário e veja como é bom fazer alguém sorrir. Enfrente seus medos e veja como é incrível poder encher o peito, olhar no espelho e dizer: "eu consegui".


Leia também

28 comentários

  1. Mariiii, sei que eu ando bem sumida, acho que eu dei uma super desencanada de manter um blog. Mas continuo lendo e acompanhando os blogs que gosto pelo bloglovin e, cara, precisei parar pra comentar aqui. Olha, já é meia noite e eu não to conseguindo dormir. Não consigo porque não paro de pensar na vida, nas coisas que eu deveria ou não fazer e no medo enorme que eu tenho do que isso tudo pode implicar. Esse medo está virando uma ansiedade enorme dentro de mim que eu já nem sei mais se to sabendo lidar. Esse negócio de querer se adaptar ao padrão é muito muito muito eu. Sei que eu tenho que acabar com isso. Um dia eu chego lá. Não sei se ta confuso, mas tem tanta coisa passando pela minha cabeça que eu já nem sei mais onde eu quero chegar. Enfim, saudades daqui. E acho seu sorriso lindo, de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juu, que saudade! Que pena :( Mas te entendo perfeitamente, essa semana comecei o meu estágio e tô completamente sem tempo, isso acaba desmotivando (já que acostumamos a não estar no blog) e a gente meio que "desapega" um pouco, né? Espero conseguir manter o ritmo por aqui. Mas enfim. Infelizmente é muito ruim a gente ainda ter um tanto disso dentro de nós, querer se adaptar ao padrão... acho difícil alguém que não pense assim pelo menos algumas vezes. Espero que tu consigas lidar com isso, uma coisinha ou outra acho que sempre vai ter, sabe? Mas é possível a gente ir se desligando dessas coisas aos poucos e pensar que somos melhores do que isso. É tudo coisa da nossa cabeça, TUDO! E awn, muito obrigada, de verdade!! ♥♥♥

      Excluir
  2. nos sempre temos medo do que as pessoas falam o pensam sobre nos, mas porque sera que nos importamos tanto isso? porque precisamos tanto ser aceitos por um grupo ou por uma pessoal? Talves nos só não gostamos da ideia de ser excluídos. Para mim ser excluído é ser uma pessoa unica e cheia de imaginação, tinha uma época que eu tinha vergonha por ser diferente, eu sempre gostei de coisas estranhas, como gore, yaoi, serial killer, mas sempre tive vergonha de falar ou mostrar para o mundo como eu era, mas como o tempo eu apreendi o tão maravilhoso era fazer parte do grupo dos excluídos, eu não tinha que seguir moda, ou muito menos esconder o que eu sou. Fazer parte dos excluídos significa que você é você mesma, que você não agem como um robo, programada para seguir o que a sociedade lhe impõe xD

    Com carinho, Hina | Aishiteru em Contos |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teu comentário diz absolutamente tudo, Hina ♥ É uma coisa tão boba a gente se preocupar com os outros. É aquela coisa: não temos que agradar todo mundo! Aliás, temos que agradar a nós mesmos. Não há motivo pra esconder quem somos de verdade ou nos diminuirmos perante aos outros. Fico muito feliz que tu tenha conseguido se desprender dos padrões. É maravilhosa a sensação <3 Realmente, aqueles que são diferentes do resto demonstram que são únicos e reais!<3

      Excluir
  3. A gente sempre vai ter aquele medinho dentro do peito, né? Acho que isso é uma coisa do próprio ser humano. Nós deixamos de fazer as coisas por medo de olhares tortos ou críticas mal elaboradas. Apesar de sabermos que precisamos matar esse monstro, às vezes é difícil. Às vezes dói. São pequenas coisas que mudam o nosso dia, aliás, para pior. Mas é exatamente como disse, a gente precisa aprender a ser original. Um pontinho único no mundo. Matar essa coisa ruim que nos cega constantemente por conta do medo. Ah, e sobre o sorriso, já disse que você parece a Miranda Cosgrove? Ela é linda, molier. Aceita que dói menos u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, e esses medinhos aparecem nas horas mais inesperadas. Realmente somos assim, imagina que incrível seria se o ser humano não julgasse como julga, ou não se preocupasse com as pessoas alheias como se preocupa? Seria um mundo muito diferente. Precisamos aos pouquinhos aprender a lidar com essas coisas e não ligar pro resto. E não falou, muita gente me diz que pareço ela hahaha. Ai, muito obrigada moça ♥♥

      Excluir
  4. Oi, Mari!
    Uma amiga me indicou seu blog e eu já cheguei lendo esse texto. Queria só dizer que caiu como uma luva aqui. O medo, muitas vezes, bloqueia a gente de fazer tantas coisas. Enfim, obrigada pelo texto. Foi ótimo conhecer seu blog assim! Parabéns por ele, é lindo.

    Beijos
    http://karinerosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karine, vi teu nome aqui e quase surtei. Tu publicava no Depois dos Quinze! Acompanhava todos os teus textos, nem acredito que tu veio parar aqui haha. Sempre me identificava muito com o que tu escrevia =) É ótimo ler um comentário assim, ainda mais vindo de alguém que eu curto os textos ♥ Não sabe o quanto fico feliz, muito obrigada! Que bom que se identificou com o texto, acho que todos nós passamos por algumas situações desse tipo. O importante é aprendermos a lidar com o medo, e então vencê-lo.

      Beijos =)

      Excluir
  5. Olá Mari, tudo bem?
    Me identifiquei bastante com o seu texto maravilhoso. Já tive medos que me fizeram desistir de algumas coisas. Fiquei assustada com o que as pessoas iriam pensar de mim e da minha atitude e simplesmente fugi. Sempre é necessário mudar, pois temos que crescer e amadurecer para que a vida se torne algo menos difícil de se lidar. Temos que ser quem somos, independente da opinião alheia. E o principal de tudo: Seguir aquilo que acreditamos e ir à luta de tudo aquilo que nos fará feliz. No final, tudo dá certo e a recompensa será maior que qualquer esforço.
    Beijos :*

    http://midnight-skies.esy.es

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gaby! Tudo bem, e contigo?

      Que bom que tu se identificou com o texto, muito obrigada ♥ Também já fiz a mesma coisa, fugir. De coisas bem simples, coisas do dia a dia, sabe? Medo é algo que trava a gente totalmente em muitos sentidos. E é isso aí que tu disse, temos que ir atrás daquilo que nós acreditamos, por nós! Lindas as tuas palavras :)

      Beijos.

      Excluir
  6. Quanta saudade eu tava do seu blog, dos seus textos... Medos são meio complexos né, porque na maioria das vezes criamos coisas que nem existe, são coisas que fantasiamos... Mas acho que temos que infrentar pra acontecer um amadurecimento.

    Amei seu texto como sempre!
    Tava morrendo de saudade ❤

    Beijoos
    http://meninaneemteconto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa, que saudades! ♥ É bem assim, a maioria dos nossos medos são resultado de coisas que criamos na nossa cabeça. E por isso acaba sendo mais difícil de controlar, né? Exatamente, superar as coisas nos faz muito mais confiantes e maduros. É tudo um aprendizado.

      Muito obrigada *-*

      Beijos.

      Excluir
  7. Eu me sinto assim constantemente, a cada segundo que se passa. É um problema que vem de tanto tempo que ficou cansativo lutar contra ele, mas não podemos desistir nunca, não é? Não podemos deixar o medo vencer e nos impedir de algo. Eu gosto de um cantor que tem os dentes bem tortinhos e nunca pareceu se importar, certa vez ele postou uma foto sorrindo e atacaram ele de uma maneira tão cruel que ele apagou todas as fotos em que aparecia sorrindo e demorou meses até postar outra. Foi horrível ver aquilo, as pessoas o atacando sem nem se importar, atacando por uma coisa tão boba. Mas também haviam aquelas pessoas que diariamente enviavam mensagens positivas e bonitas, essas sim valem a pena dar atenção. Sempre vai ter alguém para apontar o dedo e julgar, mas também vão ter pessoas que vão amar cada detalhe seu, sendo bom ou ruim. Gostei muito do seu texto e nunca tenha medo de sorrir, o sorriso, não importa como seja, é o que há de mais bonito em um ser humano.
    Beijo grande,
    Café, Vodka e Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jú, que comentário mais lindo ❤ Infelizmente a gente se cobra demais por cada detalhezinho... e se deixarmos, o medo toma conta. Não podemos permitir que isso aconteça. E é absurdo como as pessoas podem ser cruéis, não dá nem pra acreditar quando vemos certas coisas, como esse exemplo que tu contou. Temos é que ligar pra quem nos aceita, mesmo <3 E é verdade. O sorriso é a coisa mais linda em um ser humano, e eu acredito que a forma mais bonita de mostrar espontaneidade de forma sincera.
      Beijos!

      Excluir
  8. Gostei muito desse post! Realmente, temos que aprender a deixar de viver dentro de uma caixinha e enfrentar as coisas, por mais que pareçam assustadoras!!
    Quando coloquei aparelho, muitas amigas minhas já estavam para tirá-lo, e eu me sentia muito mal por ser a "única" que usava, mas eu também ODIAVA meu sorriso. Esse ano meu tratamento acaba e eu vou poder tirá-lo, e sei que vai valer a pena. Você vai sentir isso também!!!
    insidethemmirror.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luna, que bom que gostou ❤ Temos mesmo, o medo não pode nos impedir de fazer coisas que queremos fazer, né?
      Pois é, eu tô na mesma! Ninguém mais usa hahaha mas agora me acostumei com a ideia. Se é pra algo bom, por que não? E verdade, no final tudo vale a pena *-*
      Beijos.

      Excluir
  9. Precisamos mesmo para de pensar sobre o que os outros vão achar e sentir medo por isso, no fim do dia, enfrentar os medos pode ter um saldo bem positivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Mônica. O que importa é o que nós sentimos e queremos fazer <3 Acho que enfrentar os nossos medos sempre vai nos trazer algum aprendizado ou algo positivo.

      Excluir
  10. Mariana, em primeiro lugar parabéns pelo seu blog! Ele é muito fofo e gostei muito da forma como você escreve, me identifiquei bastante! Realmente, não é fácil enfrentarmos nossos medos! Agente pode até sair machucado, magoado ou mesmo nos sentir humilhado, mas com certeza sairemos pessoas melhores! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Paula, que comentário lindo! Muito obrigada, mesmo. Exatamente isso, os medos só fazem com que a gente cresça e aprenda a enfrentar aquilo que nos aflige. Isso faz um bem enorme.
      Beijos!

      Excluir
  11. Na verdades, creio que nossos medos só são pequenos para os Outros. Eles podem ter 1 cm, mas serem tão impactantes quanto 1000 metros. Tudo vai depender de quem sente e vivencia aquilo, como sendo algo seu. Quando se apropria do medo, e não se foge dele, ele vai diminuindo e tomando outras formas; o mais legal, é que ele toma a forma que você quiser, é como se ele estivesse cansado de existir e de receber atenção, que ele quer mesmo é se aposentar, e fica esperando uma reação favorável nossa para isso.
    Comecei recentemente a enfrentar meus medos, seja qual for; desde falar em público e ficar roxa de vergonha, mesmo sabendo que sei do que falo; até a decidir fazer uma cirurgia sem pensar 2 minutos. Paguei para ver, apostei nos 50% de chance de dar certo, e até agora não tive do que me arrepender, mesmo quando as coisas não saíram muito como eu gostaria. Porque enfrentar um medo, é sim perceber outros 20, mas é também ter mais 10cm, que seja, de visão a frente, pois todo medo ocupa um lugar significativo e estratégico, sempre encobre algumas coisas diferentes dele.
    Adorei esse texto! E tirei o aparelho semana passada, realmente vale muito a pena, força!
    Blog Seja Frugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Sarah. Pros outros podem parecer pequenos, mas só nós sabemos o que está dentro da gente. Tu colocou em palavras de forma muito bonita, realmente podemos nos apropriar dos nossos medos e fazer eles tomarem o rumo que queremos, só depende de nós.

      Que ótimo que tu tem feito isso, sério <3 Isso faz muito bem, temos que enfrentar e não fugir. Também tenho feito isso, coisas pequeninhas para começar. É muito bom ver que conseguimos nos libertar dessas amarras.

      Lindo comentário, e muito obrigada pelo elogio *-* Aaah, não vejo a hora de ver o resultado final hehe =)

      Beijos.

      Excluir
  12. Mari, eu nem sei que adjetivos usar sobre este texto que é tão lindo. Adorei!
    Li o texto e reparei o quanto o seu pensamento é parecido ao meu, pelo menos nessa questão. Eu me pergunto muitas vezes sobre o porquê de nos limitarmos com medo da reação do outro.
    Ser feliz vem de sermos quem somos, não como querem que sejamos.
    Vou pôr o seu texto lá no "A Escrita Recomenda", um espaço do meu blog onde divulgo os posts e blog que mais gostei de ler e/ou conhecer. Gostei tanto que vou passar a te seguir.

    Um beijo,
    Blog “A escrita e eu”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aai Jheniffer, que linda! Muito obrigadaa, fico muito feliz que tenha curtido.
      Que bom que pensamos parecido, eu acho que a gente pensa demais às vezes. Temos que agir e deixar o medo de lado.
      Que amor, obrigada!! É tão bom receber esse reconhecimento, faz tudo valer a pena <3
      Beijos!

      Excluir
  13. Eu simplesmente não tenho nem palavras pra usar pra descrever o quanto eu amei esse texto! Não conhecia seu blog e acabei achando por acaso, mas moça, você tem um dom incrível para escrever, faz isso de uma forma que toca o coração! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karool, muito obrigada! E eu não tenho palavras pro teu comentário, fico lisonjeada <3 Seja bem-vinda por aqui, fico muito feliz sabendo que gostou bastante. Obrigada, de novo!

      Excluir
  14. Olá! Vim através de uma indicação de blog e amei teu texto. Acho que é bem assim mesmo como você falou.Acho também que temos que nos preocupar conosco, se eu ficar pensando no que os outros vão achar não vai adiantar nada, não posso deixar isso interferir na minha vida. Ando pensando muito nisso sabe. bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ciana! Seja bem-vinda :)

      Ai, muito obrigada ♥ É isso mesmo, temos que focar em nós e não no que nos outros não pensar. Senão a gente acaba nem fazendo nada, né? Nossa felicidade vem em primeiro lugar <3

      Beijos.

      Excluir

Postagens Populares

Inscreva-se