Slide

Um papo sobre ser magra, saúde e estética

quinta-feira, outubro 22, 2015


Hoje eu vim falar sobre um assunto um pouco diferente aqui no blog: estética e saúde. Como já disse anteriormente, gostaria de falar sobre outros temas que ainda não foram abordados aqui, e pensei que seria legal falar um pouco sobre isso e sobre uma nova fase que estou iniciando. Já adianto que o post será longo hahaha.

Na minha lista de metas de 101 Coisas em 1001 Dias, uma das metas listadas era entrar na academia, item que cumpri no dia 18/09. Eu já tinha feito academia durante 1 ano há algum tempo atrás, porém havia parado pois estava super apertada por causa da escola. Agora percebi que consigo conciliar escola/academia e em breve estágio/academia, portanto estava na hora de voltar a fazer alguma atividade.

Dois motivos me influenciaram fortemente na decisão de começar a academia. O primeiro deles, meu peso. Sempre fui magrinha, raramente vejo meu peso na balança ultrapassar os 50kg. Não digo que sou infeliz com o meu corpo, é claro que é ótimo poder comer de tudo e não engordar. Mas ao mesmo tempo, é ruim. Sabe a época em que todas as meninas começam a ganhar corpo, dar uma engordadinha? Pois então, eu não tive essa época. Já tenho 18 anos e ficaria muito feliz de ter um corpo mais mulher, porém percebi que apenas comer mais não é o suficiente; eu realmente tenho muita dificuldade pra ganhar peso. 500g já é uma vitória! Sendo assim, ganhar massa muscular é o meu principal objetivo. Ser magra não é algo que me incomode de verdade, mas com certeza eu ficarei muito mais feliz quando eu estiver do jeitinho que quiser. E não tem nada melhor do que a gente se sentir satisfeito consigo mesmo, não é? :)

O segundo motivo que me levou a buscar a academia foi a saúde. Eu não pratico nenhuma atividade física, e tenho muitos problemas de saúde. Bateu qualquer ventinho, já estou resfriada. Quando não estou na escola, estou fazendo algo da escola em casa, então ir pra academia é um motivo pra eu sair de casa, pegar novos ares e criar resistência. Acredito que isso vai me ajudar bastante nesse quesito, pois fazer exercícios traz muitos benefícios pra gente.


As pessoas atualmente gostam muito de falar sobre o corpo perfeito, sobre ser magra ou gorda. Eu não acho que as pessoas precisam definir que tipo de corpo é bom ou ruim - mas claro, a saúde sempre deve ser levada em conta. Eu acredito que nós precisamos estar satisfeitos com o nosso corpo. Buscar uma mudança no corpo não significa mudar por causa de estereótipos, e sim mudar por si mesmo.

Coincidentemente quando fui fazer esse post, me deparei com alguns comentários que se encaixam perfeitamente no assunto, lá no Instagram da Mariana Sampaio e mais precisamente nessa foto. Uma moça começou a falar que ela estava esquelética, que parecia estar com anorexia e que já não tinha o charme de antes. Depois de receber alguns xingamentos, ela se justificou dizendo que tem o direito de se expressar. Muita gente tem confundido liberdade de expressão com falta de noção. Só porque uma pessoa aparece na mídia, isso significa que ela pode receber todo o tipo de comentário maldoso? É claro que não! Se você não gosta do corpo de alguém, guarde pra você. Isso é realmente coisa de quem precisa apontar coisas nos outros para se sentir melhor, e simplesmente mostra que essa pessoa tem baixa autoestima. Se ela está contente com o corpo dela, a opinião de mais ninguém importa.

Se você estiver gorda, vão falar que você precisa perder um pouco de peso pra ficar bonita. Se você estiver magra, vão falar que você precisa ganhar peso porque "saco vazio não para em pé". Se você for malhada, vão pensar que é uma pessoa fútil que só pensa em academia. Gente, desde quando autorizamos as pessoas a nos julgarem da forma que quiserem? Eu nunca gostei  muito de ser magra, mas em um momento uma vontade de mudança começou a crescer em mim. Em certas épocas, eu me incomodava quando me falavam que eu estava magra ou algo do tipo. Não era no sentido de elogio, mas sim quando a pessoa te fala algo querendo que você se sinta mal, sabem? Hoje parei de dar atenção a isso, pois percebi que sempre vão achar algum defeito em nós. A verdade é que as pessoas procuram problemas nos outros para ignorar os seus próprios problemas.

Em vez de abaixar a cabeça e ficar triste por não ter o meu corpo exatamente do jeito que eu queria, eu resolvi mudar. Se a gente não se sente tão confortável com o que vê no espelho, temos que tomar uma atitude, certo? Então eu resolvi trabalhar nisso. Não pelos outros, por mim. Porque em primeiro lugar, eu tenho que estar satisfeita com a minha aparência. A gente acaba ganhando uma coisinha chamada confiança, e isso faz toda a diferença. Você vai se ver de uma forma diferente e as pessoas também. Se você está feliz consigo mesmo e demonstrando isso, pode apostar que vai cativar os outros de maneira muito mais fácil. 

O que eu gostaria de deixar como mensagem é: vá atrás daquilo que te fará feliz e não dê ouvidos aos outros. Se está contente com o seu corpo assim, não mude por causa dos outros. Agora, se isso começa a se tornar um problema, mude. Coloque na sua cabeça que você precisa ser a mudança, tudo parte de uma iniciativa. E vá atrás, sem medo. Seja pra engordar ou emagrecer. O nosso corpo é nosso, e não tem ninguém que deve amá-lo mais do que nós mesmos.

Não estou aqui pra dizer que ser magra é feio ou bonito. Estou aqui pra dizer que lindo é você se olhar no espelho, sorrir e ter a certeza de que você é linda. E que ninguém vai te tirar isso.

Leia também

8 comentários

  1. Adorei o texto Mari! Realmente, hoje em dia tudo é motivo pra criticas. Eu tbm sempre fui magrela e quando tinha uns 15 anos as meninas da minha sala começaram a encorpar e eu continuei "reta", como as más linguas dizem. Lembro que naquele ano teve um churrasco da sala, e tinha piscina, e alguém tirou uma foto minha de biquini e colocou na internet zoando meu corpo. Só com 17,18 anos eu comecei a encorpar um pouco, acho que isso vai do tempo e organismo de cada pessoa, né? Eu não ligo muito pra esse negocio de academia pelo simples motivo de: eu acho academia extremamente chato. Mesmo assim preciso urgentemente começar a fazer algum exercício porque ando muito parada. Estou pensando em começar zumba, ou alguma coisa assim, acho um jeito mais divertido de se exercitar, porque se eu começasse academia tenho certeza de que encontraria várias desculpas pra não ir hahahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mari <3 Ai, como tem gente que faz coisas só pra prejudicar os outros né? Eu realmente não consigo entender esse tipo de atitude e o que vai trazer de bom pra alguém que tem um comportamento tão infantil. É verdade, vai de cada um mesmo. Eu já tenho 18 anos então creio que não mudo mais hahaha. Eu gosto muito de academia, adoro fazer musculação - mas muita gente não curte. Com certeza tem que fazer o que tu gosta, porque daí tu vai se sentir motivada e não vai na obrigação :) Zumba seria uma ótima opção!
      Beijos.

      Excluir
  2. Arrasou com o post Mari. Ando na mesma situação que você quando pensou em entrar na academia. Não tenho corpo algum, tirando o quadril largo de família, e meu peso é sempre mantido, mesmo com mil porcarias sendo consumidas todos os dias. Não que não goste disso, assim como falou, comer e não engordar tem suas vantagens, mas também tem isso de não agradar a mim mesmo. E o sedentarismo, bom, ele é um bom companheiro, mas sabe aquela necessidade que você percebe de ter que mudar os hábitos para ter saúde? Pois então. Enfim, adorei a ideia do post ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai muito obrigada Kelly, fico feliz que tu tenha gostado do assunto :) É muito isso, e é reconfortante saber que tem pessoas que passam pela mesma situação que eu hahaha. Às vezes gosto muito de ser magra e em outras gostaria bastante de ter o corpo diferente. E sobre mudar os hábitos, às vezes é muito bom. Mudanças são sempre bem-vindas, né? <3 Beijos.

      Excluir
  3. Oii Mariana! Vou confessar que eu entrei na academia ha quase dois meses e me cobro muito em relacao a resultados. Nao consigo imaginar quando voce comenta que come e nao engorda. Pra mim parece sonho, pra vc pesadelo. Acho que temos muito isso na gente, essa cobranca eterna, esse desassosego que nos percebe. E eu concordo com voce, nao SUPORTO gente que reclama mais nao faz, acho ruim mais nao muda. Somente depende da gente ne? Fazer o que.. Volta e meia rola uns dias de mau humor (culpa da cobranca), mas depois passa. Sou dessas que se quer faz alguma coisa pra mudar. E senti muita compatibilidade com o teu texto, porque acredito que estamos na mesma fase. Parabens e naaaao desiste. Beeeeijo grande.

    http://www.verdadeescrita.com/mae-eu-sou-bi/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Rebeca! Ah, eu também tenho um pouco disso! Mas os resultados vão vindo aos pouquinhos, tu vai ver. O bom é tentar não focar muito nos resultados mas sim no processo em si, sabe? Daí a gente vê que tudo vai acontecendo. A gente se cobra muito mesmo, e isso é algo que eu gostaria de mudar. Isso que eu tenho de comer e não engordar é de família, minha mãe é igualzinha. E parece que a gente nunca tá satisfeita com o que tem né? Hahahaha.
      Claro, tem que buscar a mudança! Me incomoda quando só ficam de mimimi e não tomam uma atitude. A melhor coisa que tem é a gente ver que precisa mudar.
      Fico muito feliz que tenha gostado do texto e se identificado com ele! Parabéns pra ti também, e não desistirei. Conseguiremos alcançar os nossos objetivos <3
      Beijos.

      Excluir
  4. Que texto incrível, Mari. Confesso que não gosto de academia, talvez eu só seja sedentária e asmática. Passo mal mesmo se me exercitar demais, maldito coração fraco (juro que não é desculpa kkk). Mas estou buscando um médico para isso.
    Amei a frase "as pessoas procuram problemas nas outras para ignorar seus próprios problemas". Definiu divinamente a verdade. Sempre incrível com as palavras.
    Adorei o post e como abordou o assunto, o importante é se amar sim. E verdade, confiança faz toda diferença; fico feliz por ti, Mari *-* beijo

    Com carinho, Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Beca <3 Pior que eu tenho bronquite e andava tendo muita falta de ar, daí isso acabou me motivando a me exercitar pra poder ser mais fortinha sabe? Só que realmente às vezes complica na hora do exercício. Ah, e tem muita gente que não gosta de academia. Eu sempre tive um gosto por atividades físicas daí logo de cara já adorei :)
      Sobre apontar problemas nos outros, tenho visto isso cada vez mais no meu dia a dia e tenho notado que as que mais falam dos outros são as que mais tem problemas. Quem tá feliz, tá quietinho né? Ah, e confiança é uma coisa que a gente precisa ter. Faz a nossa vida ser muito melhor. E muito obrigada pelo apoio, de verdade ♥♥
      Beijos.

      Excluir

Postagens Populares

Inscreva-se