Slide

Brinde aos novos amores

terça-feira, junho 09, 2015


Quantas vezes você já se pegou pensando: "eu nunca vou achar ninguém melhor do que fulano"? Por quantas noites frustradas você já passou lamentando o fato de que ele havia te esquecido? E o pior: quantas vezes te disseram que você merecia algo melhor, apesar de ela parecer boa até demais para estar nos seus braços? Aposto que muitas.

Em igual número, conseguimos aquilo que julgávamos impossível: alguém melhor do que fulano. Alguém que sorri de uma forma diferente, mas até mais bonita que o anterior. Alguém que, apesar de não ter o mesmo abraço, te acalenta da sua própria forma. Alguém que também te elogia, também te provoca borboletas no estômago. Alguém que te faz feliz.

É real. A gente sempre acha um novo amor, por mais que ele demore para chegar. E é incrível o quanto o presente sempre parece melhor do que o ontem: o céu é mais limpo, o sol brilha mais e o sorriso é mais bonito. E daí surge e famosa frase: "caramba, como eu pude gostar disso?", quando a gente percebe que aquele alguém nem era tudo isso. Mas a gente vê que nós podemos ser muito mais.

Se cada amor é melhor que o anterior, amamos cada vez mais. Sentimos cada vez mais, quando pensávamos que nem éramos capazes disso. A vida é feita de amores e desamores. Encontros e desencontros. Novos beijos. Novos brilhos no olhar. 

Infelizmente, julgamos cedo demais e subestimamos a capacidade de um novo alguém na nossa vida. O que acontece é que eles acabam provando justamente o contrário do que insistimos em acreditar: eles são sempre mais - mais bonitos, mais apaixonantes.

Um brinde aos novos amores. Ah, e aos velhos também. Por terem me mostrado que o amanhã sempre pode ser melhor.

Leia também

0 comentários

Postagens Populares

Inscreva-se