Slide

Ela só esperava que você ligasse

domingo, maio 10, 2015


Onze da noite de quinta, e ainda não chegou nenhuma mensagem. Aflita, ela corre os olhos pelo celular a cada minuto, mas a luz de notificações não acende. Aí acende, e é mais um e-mail inútil dizendo que ela ganhou 1 milhão de reais. Ou aquele cara de sempre que não, ela não quer papo. Só é educada. E pode ter certeza: ela trocaria vinte "ois" dele por um seu. Por um bom dia seu ou um "como tá?", que fosse. Por ver a luz de notificações acender, o coração acelerar e ler teu nome na tela.

Ela só esperava que você ligasse.

Mas nem precisa ligar, ela sabe que você não gosta de falar no telefone - e ficaria sem jeito apesar de exibir o maior sorriso do mundo. Só liga pra ela. Se importa com ela. Se deixa ser o motivo pra ela levantar pela manhã e não querer dormir de noite.Tu nem sabe, mas tem o poder de fazer sol em dias nublados - e hoje, pra ela, só chove.

Faz ela dançar na frente do espelho como criança porque ela sabe que tu se importa. Deixa ela falar pra quem quiser que caramba, é você. Colore seus dias cinzas. Faz a segunda-feira parecer sexta.

O problema é que ela sempre espera demais e imagina demais. Ana é muito sonhadora, e sempre cai de alturas enormes. Quebrar a cara nunca lhe serviu; já quebrou braço, pernas e até o coração. Ah, Ana. Já passa da hora de alguém te consertar. Cada rua é uma surpresa, e cada tropeço é diferente. O que não muda é aquela mania dela de ser do grupo dos "demais". Que pensam demais, querem demais e imaginam demais. Gostam demais.

E se você não é como Ana, não chega perto dela como se fosse. Ela é inocente e vê em todos um brilho no olhar. Por ti, ela contou-me que foi faísca. Explosão. E ela, que com tantos havia chorado, viu em ti aquele cara. E quando Ana quer uma coisa, ela consegue. Só que dessa vez foi pela metade.

Só não deixa pra se importar depois não, porque pode ser um pouco tarde demais. O hoje é agora, e o dia seguinte pode não esperar. Não deixa pra amanhã. Vai lá, fala com ela. 

Ana sabe quando quer uma coisa. Mas ela também sabe quando já não lhe serve mais.

Leia também

0 comentários

Postagens Populares

Inscreva-se