Slide

Carta pra você

domingo, abril 05, 2015


Pra ler ao som de: Anberlin - A Perfect Tourniquet



Essa carta é pra ti. Pra ti que nem sabes que és meu destinatário, tampouco que fazes parte dos meus sonhos de menina e devaneios constantes. Essa carta é pra ti, que surgiu assim tão de repente, e ao mesmo tempo tão em tempo, em um tempo bom e de ares tranquilos. Pra ti que ainda nem é meu, mas que já me fez tão tua - sem ao menos ter tentado.

Carregas melodias doces no olhar e sentimentos puros no teu falar. Carregas um bom tanto de simplicidade nesse jeito que tanto me consome, e se faz paz quando junto a mim. Essa carta é pra ti, querido, que me teves no primeiro não-olhar. No primeiro e frustrado oi, e na primeira demonstração de afinidade que ainda tem por se fazer maior.

Essa carta é pra ti, que do teu pouco faz muito pra mim. Que não tira meu tempo, faz ele valer a pena. Que acelera meu coração e não sabe. Que me faz prender a respiração e nem aposta que me provoca um sorriso estúpido com apenas duas palavras. Que anda tirando minhas noites de sono que há tempo eu não perdia. Que por ser tão diferente, acabou por se tornar minha exceção, e não a minha regra. Porque regras nunca foram feitas pra serem seguidas.

Essa carta é destinada a quem um dia eu desejo que me dê flores, mas elas nem precisam ser de verdade. Eu quero que a nossa vida se torne primavera, e que eu possa sempre florescer junto a ti. Quero que a gente se entenda não com dois ou três, mas apenas um olhar. Quero poder encher tua caixinha de correio com as minhas escritas, e que elas possam te enaltecer tanto quanto a mim. 

E agora eu acho graça, porque essa carta é tudo, menos uma carta. Ainda não encontrei as palavras certas pra te falar, pois creio que estas foram tiradas de mim no momento em que eu soube da possibilidade de tu lê-la.

Essa carta é pra ti, que vai ler esse texto e nunca vai pensar que é pra quem eu escrevo. Mas eu juro que é. Eu também juro que não vou contar que é pra ti, porque não quero acabar com a graça do não-saber e com as minhas expectativas. E se por um descuido meu, estas palavras forem lidas pelos teus olhos, quero que elas sejam respondidas. Do teu jeitinho e pra mim. Quero que em um dia qualquer, a gente se encontre por aí. Quero que tu te encontres em mim e eu me encontre em ti. E nesse dia, eu certamente te direi.

Essa carta é pra ti.

Leia também

0 comentários

Postagens Populares

Inscreva-se