Slide

Desejo-te minha loucura

sábado, março 21, 2015


Pra ler ao som de: Crazy in Love - Beyoncé ( Fifty Shades of Grey Remix)


Ah, Rodrigo. A gente já passou por tantas portas de bar - e até certo momento, nenhuma vez de mãos dadas - e por tantas estradas percorridas sem rumo, naquelas noites de novembro. Desejo nossa insanidade pra todos aqueles que se perderam em si mesmos, porque a gente se achou, mas quem achou algo fui eu. Achei o outro lado de mim, a completude da minha mente inquieta. Te achei nos meus sonhos mais profundos e no meu mundo mais intocável, mas tu não és mais um dos meus ideais. Tu agora és minha realidade palpável. E por mais irônico que isso pareça, eu nunca estive tão desnorteada como hoje.

Chega a ser engraçado. Eu enlouqueci, Rodrigo. Nossa loucura fez-se minha e agora preciso carregar esse peso que a gente não soube medir. Cada toque é um choque. Cada olhar é um pesar. Cada dia contigo, Rodrigo, é uma tortura.

Não sei como te dizer isso, mas tá tão óbvio: eu virei loucura.

Minha bússola quebrou, e eu já não sei a direção de nada. Eu rasguei todos os mapas que eu ainda tinha, e o GPS anda me fazendo andar em círculos. As placas das ruas sempre me indicam a mesma rua, e é a tua. Eu não chego a lugar algum, e eu já não consigo sair daqui. É como se os meus pés estivessem presos no chão, e ninguém me ouve quando digo que estou perdida. Eu estou perdida, Rodrigo.

Cada mensagem é motivo pra coração acelerado, e eu juro que não tenho arritmia. Mas o que eu definitivamente não tenho, é a mente sã. E louco não se cura. Com louco não se vive. Eu não era de viver por outro, eu vivia por mim. Eu nunca costumei correr atrás de ninguém, mas por ti eu já fiz maratonas. Eu não sei no que eu me tornei, mas eu nunca soube de nada mesmo. E eu não me importo que vejam, ou que falem. Eu realmente não me importo

Tu me colocastes nessa confusão, e eu meio que preciso sair dela, porque de estabilidade eu já não entendo mais. Meu mundo tá de cabeça pra baixo, Rodrigo, mas a gente ainda se encaixa tão bem. Eu te imploro em silêncio pra ficar. Eu te ligo pra que tu voltes. Eu olho cada vez mais fundo nos teus olhos castanho-escuros, e te ter parece nunca ser suficiente. Tu colocastes em mim essa loucura, essa ânsia por ti e pela tua estadia ao meu lado. Mas tu sempre trazes o meu melhor.

Desejo-te minha loucura, Rodrigo. Minhas noites mal-dormidas, minhas borboletas no estômago. Meus arrepios na pele quando tu tocas minha cintura. Minha mente perdida quando minha aula de biologia se tornou o estudo do teu corpo. Meus olhares profundos quando tu me encaras.  Minha respiração contida quando tu me abraças. Eu também preciso da tua loucura.

Já ouviu aquela frase: "Cada louco com a sua loucura"?

Minha loucura és tu.

E é com ela que eu quero viver. 

Leia também

0 comentários

Postagens Populares

Inscreva-se