Slide

Penso

quarta-feira, julho 23, 2014

       

Em uma noite estranha, tive um momento de descuido. Deitada, no escuro, olhos pregados no teto. Sempre tive medo de deixar os olhos abertos na escuridão. Medo de ver meus medos, creio eu. Mas neste momento não.
Fui levada a algo não experimentado até então. um momento no qual a minha mente se encontrava perdida na vastidão dos meus pensamentos. Eu estava apenas procurando uma resposta. Mas eu nem sabia qual era a pergunta.
Me sinto confusa. Falta algo e não sei o quê. Falta alguém e não sei quem. Apenas me encontro, novamente, escrevendo as palavras para que elas preencham o vazio que aqui vive esta noite.
Este momento pareceu uma pequena ilusão. Uma ilusão de que eu poderia por um breve instante não pensar em nada e me deixar tomar por esse vento gelado que entra pela janela. Agora vejo que nunca paro de pensar. Parece que a cada dia me perco mais em mim, tentando me achar. E parece que não quero ser achada, e nem quero procurar. A única coisa que quero é ter mais uma vez essa ilusão.
A ilusão de não pensar.


Leia também

0 comentários

Postagens Populares

Inscreva-se