Slide

como ser mais feliz

9 coisas que você precisa parar de fazer para ser mais feliz

como-ser-mais-feliz

 Foto: @brandonwoelfel


Sabe aquelas coisas que nos consomem, pouco a pouco? Picuinhas do dia a dia, que mesmo sem perceber, acabam sugando a nossa energia e nos deixando mais indispostos e infelizes? Eu tenho certeza que fazemos diversas coisas tóxicas diariamente, sem ao menos notar. Então, separei 9 coisas que você precisa parar de fazer imediatamente para se sentir mais leve e de bem consigo mesmo.

1. Dizer que está tudo bem, sem realmente estar: sempre é bom desabafar. Guardar tudo pra si acaba fazendo com que surja um acúmulo de negatividade, e isso definitivamente não é bom. A melhor forma é colocar pra fora e conversar com alguém.

2. Stalkear quem não te faz bem: pode ser um ex, um crush, ou uma pessoa que te provocou mágoa em algum momento. Stalkear pra ficar sofrendo não é legal. Você vai sentir ciúmes, raiva e tristeza. Passado é passado, viva o presente porque você ganha muito mais.

3. Ficar insistindo no que não dá certo: é preciso saber superar e seguir em frente. Nem tudo vai dar certo, aceite isso. Não adianta ficar tentando e sofrendo todos os dias em vão. Isso só vai te deixar frustrado.

4. Guardar rancor: todos temos desavenças, mas é preciso saber relevar algumas coisas e perceber que guardar negatividade dentro de si é desnecessário. Respire fundo, conte até 10 e continue o seu dia. Você vai perceber como não dar atenção para coisas pequenas muda tudo.

5. Cercar-se de pessoas que te fazem mal: nem sempre as pessoas mais próximas de você são amigas. Muitas vezes você começa a perceber que elas adoram se sobressair, te colocar pra baixo e te desmotivar. Esteja perto de quem te acrescente, não de quem te diminui.

6. Fugir dos problemas: muitas pessoas, quando têm um problema, fogem dele em vez de tentar resolvê-lo. Você tem que ser a pessoa que vai fazer o contrário: encará-los de frente é uma atitude de coragem, e ao mesmo tempo é o mínimo que você deve fazer. Mesmo quando deixado de lado, um problema volta. Tente resolvê-lo o mais breve possível, não deixe pra depois.

7. Pensar que nada dá certo para você: o nosso cérebro capta aquilo que pensamos. Então sim, pensar de forma negativa vai atrair coisas negativas. Se você ficar se culpando pelos próprios erros e admitindo que não consegue fazer nada certo, não vai conseguir mesmo. Pense no que pode fazer para mudar, e não no que deveria ter feito. Devemos pensar naquilo que vai acontecer, não no que já aconteceu.

8. Reclamar: não percebemos, mas reclamamos o tempo todo. De dor de cabeça, de calor, de falta de tempo, da internet lenta, do vizinho que ouve música alta... passamos o dia reclamando. É um hábito péssimo, mas devemos nos esforçar para perdê-lo. Lembre-se: não dê atenção para coisas pequenas. Supere-as!

9. Se preocupar demais: se preocupar antecipadamente por algo ainda distante de acontecer é a pior coisa que se pode fazer. Ansiedade e medo acabam se misturando, e o nervosismo fica lá em cima. O melhor a fazer é deixar as coisas acontecerem de forma natural, sem tentar pensar em todas as possibilidades. Imprevistos virão, mas sofrer hoje pelo que vem amanhã não vai adiantar nada.

Faça uma atividade diária tentando riscar os itens citados da sua rotina. Vai ajudar muito <3
amizade

Amiga, você é incrível!

Foto: @brandonwoelfel

Se eu fosse contar nos dedos quantas vezes você teve que ouvir minhas besteiras, eu claramente precisaria de muitas mãos. Sou daquelas que gosta de jogar conversa fora, e você sabe disso, pois já passou várias madrugadas em claro conversando sobre o quão ruim foi último episódio da nossa série favorita. Que eu sou puro drama, você também sabe bem, e não adianta reclamar dos foras que eu já levei. Afinal, você já disse em claro e bom som que "eu te avisei".

Você sempre tem uma carta na manga. Sabe me fazer rir em um piscar de olhos quando eu tô na bad, assim como já disse várias vezes que eu podia chorar mesmo, que era bom. E eu chorei, ah, como já chorei pra você... chorei porque as coisas não davam certo, porque o cara da minha vida não tava nem aí pra mim, porque eu não queria ter que superar. Mas a gente sempre supera, né? Ainda mais quando temos alguém do nosso lado pra nos dizer isso todos os dias.

Eu sempre preferi sorvete, você picolé. Eu séries, você filmes. Eu verão, você inverno. Sempre fomos tão opostas, e mesmo assim, tão iguais. Que mundo louco esse, não é? Juntou dois extremos, que dão risada alta porque são um desastre juntas, que choram com vídeos fofos e adoram passar o final de semana comendo pipoca e assistindo Netflix. Ele juntou a gente.

Amiga, você é incrível! Você é incrível porque mesmo sendo tão diferente de mim, sabe exatamente o jeitinho de lidar comigo e com meus dramas. Você é incrível porque mesmo tendo os seus próprios problemas, suas próprias dores, dá um jeito de cuidar das minhas também. E a gente faz isso juntas, sabe? Do nosso jeito atrapalhado, bobo e que talvez os outros não entendam. Mas a gente entende bem.

Se você estiver do outro lado do mundo, sabe que sempre vai estar com um pedacinho de mim. Sabe que vai contar comigo mesmo que seja 2 da manhã e no dia seguinte eu tenha uma entrevista de emprego importante. Porque amigo é pra toda hora, mesmo quando a gente tá de mau humor e o tempo não colabora. Pra amigo não tem hora. Tem amor de sobra e um espacinho sempre reservado dentro do nosso coração.
dicas

Seu Blog | Como se organizar com a Fan Page do blog

 como-se-organizar-com-a-fan-page

Oi gentee! Tudo certo por aí?

Há um tempo atrás, eu confesso que era meio desligada da Fan Page do blog. Por preguiça e também porque realmente não percebia o quanto era importante me manter lá divulgando novos posts, vídeos, e simplesmente interagindo com os curtidores da página.

Depois que eu comecei a investir mais, tanto tempo, quanto em patrocinar a página, vi o crescimento dela ser cada vez maior. 

Então hoje eu vim aqui trazer algumas dicas de como eu fiz pra me organizar melhor!

1. PROGRAME UMA AGENDA DE POSTAGENS
Isso nada mais é do que decidir quantas vezes ao dia você vai postar e fazer uma espécie de calendário de posts. Vou deixar aqui pra vocês um modelo que foi feito por mim! Fiz dois calendários diferentes, pra poder variar toda semana. Supondo que você poste 2x/dia, na segunda pode divulgar um post, e um vídeo, por exemplo. No outro dia pode compartilhar uma publicação de outra página, e assim por diante.

Exemplos de postagens a serem colocadas no calendário: Publicação de bom dia, divulgação de post, divulgação de vídeo, pequenos textos, compartilhamento de publicações de outras páginas, fotos do seu Instagram, publicação de bom final de semana, etc.

2. MANTENHA A FREQUÊNCIA
Nada de postar em um dia sim, outro não, daí postar de novo, passar duas semanas fora... mantenha sua página ativa! Isso é bom até para as empresas que procuram blogueiros para parceria, pois vão ver que você está sempre online nas redes sociais.

3. PROGRAME OS POSTS ANTECIPADAMENTE
Lá na Fan Page, você pode ir em Ferramentas de Publicação > Publicações Programadas > Criar. Aí você consegue programar pra sair em determinado dia e horário, que nem no blog, sabe? Eu aproveito pra programar os posts da semana inteira no domingo, assim eu não me esqueço e não tenho que fazer nada de última hora.

4. DESCUBRA O QUE SEU PÚBLICO GOSTA
Seu público gosta mais de imagens, frases, pequenos textos ou vídeos? Vá fazendo alguns testes por algum tempo, tipo uma pesquisa de público, e veja qual tipo de publicação tem mais retorno. Depois, comece a investir mais nesse tipo de postagem. Com certeza vai gerar um bom retorno!

5. INTERAJA E RESPONDA
Instigue seu público, converse com ele! Poste fotos como se estivessem tendo um diálogo, divulgue suas coisas pedindo opiniões... Isso torna você mais perto de quem te lê! E ah, nunca deixe de responder os comentários e as mensagens, viu?

Enfim, essas foram as minhas dicas! Espero muito que tenham gostado e que façam bom proveito :)

Beijos, Mari.
mudanças

Vídeo | Transição Capilar e Insegurança

transição-capilar-e-insegurança

Oi gente! Tudo bem com vocês?

Hoje eu vim conversar sobre um assunto muuito importante e que tem sido falado cada vez mais: transição capilar. Pra quem não sabe, eu faço progressiva no meu cabelo há muitos anos, e tenho tido muita vontade de voltar ao meu cabelo natural, que é levemente ondulado.

Vim contar pra vocês a minha trajetória com meu cabelo e conversar um pouco sobre a insegurança de voltar ao natural. Espero que gostem do vídeo!


Sei que o dia em que eu estiver me sentindo bem com meu cabelo natural, vai ser incrível! E pra isso, temos que tentar e mergulhar de vez, não é?

Espero muito que tenham gostado! Não esqueçam de se inscrever lá no canal, estamos com quase 15 mil <3

Beijos, Mari.

crônica

Ah, se você soubesse

 

 Foto: @luizclas

 Ah, se você soubesse de todas as noites que eu passei sentada no balcão de um bar, tomando uma cerveja barata e pensando em você. Se soubesse quantas bocas já beijei imaginando que fosse a tua, quantas palavras já li esperando que um dia fossem ditas com a tua voz. Se imaginasse que já passei horas olhando tuas fotos, invejando quem quer que estivesse sorrindo ao seu lado...

Eu sempre me contive. Sempre guardei meus anseios em um lugar onde ninguém pudesse encontrar, com medo do que fossem pensar. Sempre suspirei em silêncio, e esperei que ninguém pudesse ler em meus olhos o turbilhão de sentimentos que se passa aqui dentro. Sempre fui inverno e verão, oito e oitenta, doce e amarga. Os dois extremos dentro de uma só.

Eu conheci tantas pessoas. Me deixei levar por cada uma delas, absorvi cada história, cada lição de vida. Aprendizados, tropeços, conquistas. E dentre tantas, a única que foi embora e me deixou sem saída, foi você. Que me deixou pensando nos abraços que eu nunca tive, nas chances que eu desperdicei e em cada palavra que eu deveria ter dito.

Ah, se você soubesse o quanto eu gosto de você. Se soubesse que cada pedacinho meu também é teu, e que poderíamos passar horas em silêncio um ao lado do outro que eu não iria me importar. Se fizesse ideia de que eu sempre estive lá, do teu lado, mesmo quando ninguém estava. Até quando você mesmo não conseguia mais se suportar.

E se você soubesse? Será que mudaria alguma coisa? Será que, dentre tantas, eu seria aquela a passar as tardes de domingo contigo? Será que teu caos se tornaria também o meu, e passaria a fazer um pouco mais de sentido? Ah, se você soubesse... o que você faria? Talvez deixasse eu entrar, mas já sabe: eu faço questão de ficar mais um pouco.
alimentação

Alimentação Saudável #1: O começo

 alimentação-saudável-o-começo

Oi genteee! Tudo certo?

Um dos meus objetivos para o ano de 2017 era começar a ter uma alimentação mais saudável. Vocês acompanharam a minha saga para ganhar peso, e desde lá, eu tenho comido muitas coisas que não deveriam ser comidas em excesso (bolacha, massa, pão...), e eu gostaria de mudar isso.

Há poucos dias, tomei a decisão - finalmente! - de ir à nutricionista e fazer uma reeducação alimentar. E aí eu comecei a minha dieta. Difícil? Um pouco, mas não tanto quanto pensei que seria. Estou conseguindo manter? Em partes, preciso me esforçar um pouquinho mais.

Acontece que a Páscoa apareceu bem no meio da minha dieta, e quem diz que eu resisto a um chocolate? Eu AMO doce mais do que tudo, então seria bem difícil ganhar e não comer. Porém, vamos por partes.

Meus objetivos com a dieta:

- Perder um pouco de gordura na região abdominal;
- Suprir às necessidades que ficam devido à falta da carne;
- Reduzir os triglicerídios e o colesterol, que estão um pouco acima do normal (fiz exames recentemente);
- E é claro, passar a ser mais saudável e ter isso como uma rotina, não obrigação.

Resumindo minha dieta:

Só posso comer pão integral, devo comer ao menos 3 frutas por dia (antes eu mal comia frutas, apesar de gostar, preferia outros alimentos), nada de refrigerante e sucos artificiais (já não tomo refrigerante há quase 2 anos), reduzir o consumo de carboidratos (pra tipo, menos da metade), aumentar a quantidade de salada no almoço e reduzir o consumo de açúcar (pior parte!).

A parte mais fácil pra mim foi reduzir o consumo de carboidratos e também aumentar o consumo de frutas e saladas. Nunca tive problemas com isso, eu apenas não comia, rs. Realmente o mais difícil pra mim - e acho que pra maioria das pessoas - é o doce, eu amo torta, chocolate, bolo... é bem difícil ficar sem. Mas tô tentando comer o mínimo possível!

Em breve vou voltar na nutri pra ver se consegui reduzir as medidas do abdômen, e em 3 meses faço exames para ver dos meus triglicerídios e colesterol.

Espero que vocês gostem de ver um pouquinho sobre essa saga por aqui! Dia desses, posso postar tipo um diário de tudo o que comi durante o dia, o que acham?

Beijos, Mari.

Postagens Populares

Inscreva-se