Slide

crônica

Porque relacionamentos não precisam de joguinhos

 relacionamentos-e-joguinhos

 Foto: @brandonwoelfel

Você já parou pra pensar em quantas vezes fez joguinhos com alguém? Em quantas vezes visualizou uma mensagem e não respondeu só para parecer desinteressado, ou esperou alguns minutos pra dar uma de ocupado? Já pensou em quando disse que ia ligar, e esperou no mínimo 3 dias para não parecer desesperado? 

Mas ela vai pensar que eu tô desesperado.
Ele vai pensar que tô sendo fácil.
Ele vai pensar que eu não tenho ninguém.
Ela vai pensar que eu tô sempre disponível.

E daí? E daí se você quer alguém, se você faz o que dá na telha, se você está sozinha, se você tem tempo livre? Eu juro que não entendo esse raciocínio de que, pra conquistar alguém, você precisa estar sempre ocupado, não pode ser muito fácil pra não perder a graça e ainda está autorizado a fazer ciúmes pra ela te querer mais ainda. Isso parece justo?

Eu nunca consegui ser assim. Eu sou de riso solto, de conversa fácil. Sou daquelas que fica ansiosa esperando pela resposta e está tão empolgada que não consegue aguardar um mísero minuto pra responder. Eu só vou lá e respondo. Aliás, pra que esperar? Nosso tempo aqui é curto, nossas oportunidades não surgem a todo instante. Não é todo dia que você vai encontrar alguém que goste das mesmas séries, que vai amar aquela música estranha que só você conhece e que vai te mandar bom dia às 7 da manhã. Não mesmo.

Eu confesso que já me martirizei por ter respondido tão rápido enquanto ele não fez o mínimo esforço pra manter uma conversa constante. Mas aí eu pensei: e daí? O que eu ganho com isso? No máximo, ele vai ficar pensando um pouquinho mais no porquê de eu não responder logo. Mas é só isso? Sim. Isso não vai fazer com que um cara que não te curte, se apaixonar. Não vai fazer uma mulher cair aos teus pés. Não vai transformar um encontro de uma noite em uma companhia pra todos os dias.

Se alguém te quer de verdade, ele não vai precisar de umas ignoradas no Whatsapp, de cancelamentos de última hora ou daquele papo de vou-fingir-que-não-me-importo. Ele vai precisar de alguém que responda na hora que bem entender, sem pensar nas consequências. Alguém que faça de tudo para ir vê-lo no cinema. Alguém que não precisa fingir que não se importa, mas sim alguém que não tem problema algum em deixar na cara que se importa sim, e muito.

Não tenha medo de parecer desesperado, apaixonado, bobo, ou qualquer outra coisa desse tipo. Paixões são assim. E não é todo dia que vai aparecer alguém que faça você se sentir assim. A vida passa como brisa em dia de verão, bonita, mas breve. Não deixe de sentir e de expressar o que quiser apenas por medo do que o outro vai pensar. Se ele te julgar, se ele rir, você sabe: ele não era pra você. Porque relacionamentos não precisam de joguinhos. Eles precisam apenas duas pessoas que saibam que não há hora para sentir e para se permitir.

dicas

Como Decidir o Curso da Faculdade

 como-decidir-o-curso-da-faculdade

E aí gente! Tudo certo?

Decidir o curso da faculdade não é uma tarefa nada fácil, e eu sei beeem disso. Passei por isso no ano passado, e foi um período bem complicado (tanto que até dei uma pausa no blog). É um momento de muita pressão, medo de como vai ser o nosso futuro e ansiedade pelo que está por vir. 

Pensando nisso, eu vim aqui dar algumas dicas que podem ajudar na hora de decidir o que você vai cursar. Eu sei que não é uma receita de bolo, você não vai ler esse post e de uma hora pra outra vai saber o que quer. Mas ele pode te dar um empurrãozinho e algumas sugestões de como tomar a decisão final.

1. ELIMINE O QUE VOCÊ NÃO QUER

Tá, isso é óbvio. Mas preciso falar, afinal, isso já exclui várias possibilidades. Sempre tem aqueles cursos que você não quer de jeito nenhum, então pense primeiro naqueles que certamente estarão fora da lista.

2. PESQUISE SOBRE OS POSSÍVEIS CURSOS

Tem gente que pensa "vou fazer o curso X" mas não pesquisa nada - ou quase nada - sobre ele. Tem muuito conteúdo na internet sobre os mais diversos cursos, desde área de atuação até o mercado de trabalho. Os sites que eu mais gosto são o Guia do Estudante e o Guia das Profissões.

3. VEJA A GRADE CURRICULAR

Olhar a grade curricular vai te ajudar muuuito. Eu, por exemplo, pensei em fazer Engenharia Química, mas vi a grade e percebi que de química mesmo, praticamente não tinha nada. Namorei a grande de Publicidade por um bom tempo antes de decidir. Procurem as grades curriculares das universidades em que você vai prestar vestibular. Compare, pesquise, mergulhe dentro do curso.

4. ASSISTA VÍDEOS NO YOUTUBE

Se vocês forem procurar "Faculdade de Publicidade" no Youtube, por exemplo, encontrarão vários vídeos de universitários que estão cursando ou já estão formados e contam sua experiência com o curso e/ou o mercado de trabalho. Isso é super legal pra você ter a visão de alguém que já está por dentro do curso, sabe? Sério, os vídeos me ajudaram demais na exclusão de diversos cursos das minhas opções. 

5. NÃO PENSE DEMAIS, VOCÊ NÃO PODE PREVER AS COISAS!

Um erro grave que cometi no ano passado foi pensar demais. Pensar se eu ia gostar, se eu ia ganhar dinheiro, se eu ia me dar bem... pensei tanto, e no final acabei optando pelo que eu sempre quis: Publicidade e Propaganda. Eu não tenho certeza se vou gostar mesmo do curso - só saberei quando estiver lá dentro - e se vou me dar bem. Não temos como prever o futuro. E se a gente pensar muito, no dinheiro, por exemplo, pode acabar fazendo a escolha errada. A vida é feita de tentativas, e você só vai saber se tentar. Pensar muito em todas as hipóteses só vai te deixar estressado e frustrado.

6. CONVERSE COM PESSOAS DA ÁREA

Se possível, converse com alguém que trabalha ou estuda na área para saber mais. Nada melhor que alguém que já passou por tudo isso, né? Eu chamei algumas pessoas no Facebook mesmo - que eu nem era próxima - pra perguntar, e isso acabou influenciando bastante na minha decisão.

E é isso aí! Espero que tenham curtido as dicas e que elas possam ajudar de alguma forma. Logo estarei dentro da facul, estou ansiosa já :)

Beijos, Mari.
faculdade

Vídeo | Material Escolar 2017 - Faculdade

material-escolar-2017

Oi gentee! Tudo bem com vocês?

As férias já estão no finalzinho, e segunda começam as minhas aulas da faculdade. Vou cursar Publicidade e Propaganda e estou super ansiosa! E sabem o que eu amo fazer antes das aulas começarem? Comprar material escolar!

Não é porque vou pra facul que deixei de gostar de coisas fofinhas e coloridas, haha <3 Muito pelo contrário! Esse ano vai ter caderno do Pooh, muita coisa rosa e mochila fofa sim!

Fiz um vídeo mostrando tudinho pra vocês, espero que gostem!


E aí, o que acharam das minhas escolhas? Curtiram? :)

Ah, como podem ver, fiz umas mudancinhas no layout! Não mudou muita coisa, mas foi mais uma questão de necessidade para que o blog possa ter uma estrutura cada vez melhor. Dessa vez coloquei o "Continue lendo" nos posts e quero a opinião de vocês: preferem com, ou sem?

Beijos, Mari.
lista

10 Motivos Para Amar o Verão

 motivos-para-amar-verão

Desde que me conheço por gente, sou apaixonada pelo verão. Nunca gostei do inverno, e minha época favorita do ano é entre dezembro - janeiro. Existem dois tipos de pessoa: as que amam o verão e as que não suportam e preferem o friozinho. Hoje minha listinha vai para aqueles que escolheram a primeira opção. Sendo assim, vamos aos motivos pelos quais eu amo o verão!

1. Muito sol e céu azul

Dias nublados me deixam extremamente desanimada. O sol é meu combustível e ver ele cedinho todas as manhãs e dando as caras o dia todo me deixa muito mais disposta, sabe? Com muito mais gás e energia pra fazer tudo. Não suporto dias nublados e chuvosos, sou exatamente o oposto, hahaha :)

2. Horário de verão

Eu a-m-o horário de verão. Adoro dias mais longos, com o sol se pondo lá pelas 8 e meia da noite. É tão bom! Parece que o dia rende bem mais, e assim como no item anterior, me sinto mais disposta. É ótimo chegar em casa do trabalho, tomar um banho e o sol ainda estar ali.

3. Praia

Nem sempre é possível estar na praia, mas se eu pudesse, ficaria por muuito tempo no litoral. Eu amo estar na praia, acordar cedinho de manhã, tomar banho de sol, banho de mar... é um ambiente tão calmo e longe de toda aquela loucura que envolve a cidade. É tipo fazer um detox de todo o stress, você sai de lá se sentindo leve e renovada. Fico triste só de ver vídeos de praias lindas e não poder estar lá, hahaha. E não tem combinação melhor que calor + banho de mar, né?

4. Roupas

Roupas de verão são maravilhooosas! Amo blusinhas, regatinhas, vestidos, shorts... é muito melhor do que ficar entupido de roupa!

5. Mais disposição

Eu me sinto muuito mais disposta pra me exercitar no verão ou fazer qualquer outra coisa. Quando tá frio, você precisa sair das cobertas e do quentinho pra ir fazer alguma coisa. Assim, não tem nada que te impeça. Dar uma caminhada no final da tarde ou ir na academia logo cedinho fica bem mais fácil.

6. Sair à noite se torna mais agradável

É tão bom poder sair de casa de noite e não sentir aquele vento gelado batendo no rosto!

7. Ir para o banho não é difícil

Quando tá frio, temos que ficar pensando antes de tomar banho e nos preparando psicologicamente pra tirar a roupa e ligar o chuveiro na temperatura mais quente possível. Já no verão, tomar banho é uma maravilha! Quem não ama?

8. Piscina

Tem coisa melhor que um banho de piscina? Ou de mangueira mesmo, o que vale é se refrescar e se divertir :)

9. As comidas são melhores

Sorvete, torta, sucos, frutas, milkshake, picolé na beira da praia... vai dizer que não é ótimo? As tortas geladas são a minha parte favorita <3

10. Verão = Férias

Claro que nem sempre é assim pra quem trabalha, mas pelo menos na época de escola, verão remete a férias. Então já é naturalmente um período ótimo, de descanso e momentos de diversão.

E aí, quem concorda? Por mim, teríamos verão o ano todinho aqui no Sul hahaha =)

Beijos, Mari.
buclina

Vídeo | Buclina: Prós e Contras


Olá pessoal! Tudo certo?

Hoje é dia de vídeo novo no canal <3 E como muuita gente anda me pedindo mais vídeos sobre o Buclina, hoje eu trouxe este aqui, onde falo prós e contras de tomar este medicamento que estimula o apetite. Lembrando que é a minha experiência, coisas que eu observei enquanto tomei/após ter tomado!

Todo remédio tem seus pontos positivos e negativos. Mas será que os positivos compensam os pontos ruins do Buclina? Vem cá que eu te conto!



Espero muito que tenham gostado do vídeo! Se não se inscreveu ainda no canal, se inscreve lá!

Beijos, Mari.

crônica

Eu não esperava nada de você

 eu-não-esperava-nada-de-você 

Foto: @marieeeantoinette

 

Tá, eu confesso: eu não esperava nada de você. Nadinha, nem uma mísera mensagem depois daquele dia. É que de tanto criar expectativas no passado, eu decidi deletá-las do meu presente. Esquecer o amanhã, as inseguranças e todo aquele papo de "será que vai dar certo?". Eu nunca esperei que você fosse realmente ser um cara legal. Juro, na verdade eu sempre fui despretensiosa em relação a nós dois. Pensava que não podia envolver. Era problema certo.

Você é geminiano, eu também. Já viu dois geminianos juntos? São duas pessoas extremamente confusas, indecisas, apaixonadas e ao mesmo tempo desapegadas. Querem tudo, não querem nada. Como lidar? Eu não queria nada mesmo, só queria uma boa dose de beijos, alguém pra compartilhar um almoço de vez em quando e conversas jogadas fora. Eu nunca esperei mais nada de ninguém.

Eu esperava que fôssemos sair algumas vezes, curtir o papo um do outro, falar sobre o quanto amamos Netflix e discutir sobre o quanto eu odeio sushi. Quando me perguntavam, eu dizia que pensava que não ia durar mais do que 3 ou 4 meses. Minha mãe mesmo dizia, "isso aí vai durar pouco!". Pois é. Sempre fui do tipo de pessoa que tem medo de se envolver. Medo de se apaixonar e se perder em si, sabe? Mal sabia eu que estava prestes a acontecer tudo de novo. Só que dessa vez o final seria bem diferente.

Eu sempre esperei tudo dos outros caras. Mensagens de boa noite, um ombro amigo pra chorar quando eu precisasse, alguém pra me roubar o cobertor. Eu nunca esperei nada de você. Acontece que de tanto não esperar, aconteceu. Sem eu perceber, tudo o que eu não esperava de você aconteceu. Os mais de 3 ou 4 meses juntos. Fazer maratonas de séries. Você me roubando o cobertor e meus beijos. As noites de insônia porque sim, eu estava com borboletas no estômago - e ainda estou. 

Você continua aqui, me fazendo não esperar nada. Você é uma caixinha de surpresas, e eu também. Amo que sejamos assim. Amo não saber o que vem amanhã, mas saber que tenho a oportunidade de te ter comigo hoje. O não esperar nada nos fez chegar aonde chegamos. O não esperar nada te fez o cara mais importante do mundo pra mim - mesmo amando sushi e aquela massa com molho que eu detesto. Sabe quando dizem pra você não criar expectativas? Então, não crie. Os melhores amores são aqueles que não prometem ser nada. Eles apenas são.

Postagens Populares

Inscreva-se