Uma coisa que eu sempre achei super chato em blogs, é quando o blogueiro some sem dar explicação alguma, e depois retorna como se nada tivesse acontecido. Bem, eu não quero ser assim, então nada mais justo do que fazer este post contando sobre o porquê de eu estar sumida aqui do blog. Ele é basicamente uma explicação de tudo e um pedido gigante de desculpas pra quem me acompanha.

Como eu já tenho falado há algum tempo, tudo está muito corrido pra mim. Eu não era acostumada a estar sempre tão ocupada, então surge aquele impacto inicial de ~não tenho mais tempo pra nada~. Ainda estou me adaptando, e é claro que no começo não é fácil. Como gosto de ser sempre bem transparente com todo mundo, acho válido contar como tem sido minha rotina.

No momento, eu trabalho de segunda à sexta o dia inteiro, e aos sábados pela manhã. Quando comecei a trabalhar, prometi pra mim mesma que não largaria a academia, mesmo que tivesse que me esforçar pra isso. Então eu vou à academia 4 vezes por semana, depois do trabalho. Chego em casa por volta das 19h ou depois. Até eu comer, tomar banho, secar o cabelo... já é por volta de 21h. Ou seja: preciso de mais horas no dia!!!! De noite fico tão cansada que praticamente não rendo NADA. E aí aos finais de semana eu só quero descansar, sair, ficar com o namorado... eu sei que preciso me organizar. Mas me pergunta se até agora eu consegui?




Tem gente que já me disse: "mas eu trabalho, faço faculdade, cuido da casa, namoro, tenho filho, cachorro, e ainda tenho tempo pro blog". Ok! Cada pessoa lida com as coisas de uma forma diferente, sabe? Eu sou do tipo que leva no mínimo 2 horas pra preparar um post. Preciso de tudo do jeitinho que eu quero, senão não sai. E texto precisa de inspiração, não consigo escrever sempre que quero, infelizmente :(

Enfim, eu tenho uma vontade cada vez maior de ter o blog como profissão. E para isso, preciso me dedicar. O canal está crescendo cada vez mais, atingi os 1000 inscritos na semana passada (oba!!!) e também é algo que eu quero me dedicar. Ganhei um tripé e agora é só começar a produzir de vez.

Como não quero mais deixar o blog sem posts, eu estou preparando bastante conteúdo para somente ir liberando em seguida. Porém só começarei a liberá-los assim que estiver vários prontinhos, pra não acontecer de novo o que aconteceu. Então só vim avisá-los que sim, em breve estarei voltando com tudo!

Se vocês tiverem alguma sugestão de posts, tag pra indicar ou algo do tipo, é só deixar nos comentários. <3

Peço desculpas mais uma vez e agradeço a quem está por aqui sempre de olho. Vocês são meu gás pra continuar aqui sempre.

Beijos, Mari.





E aí gente! Tudo bem?

Eu tinha prometido que iria liberar um vídeo todos os sábados, mas acabei não cumprindo com a promessa :( Arrumei um tempinho nessa semana e gravei um vídeo um pouco diferente: decidi contar uma história que aconteceu comigo e que aacho que muitas meninas podem se identificar!

Sabe quando você está super a fim de um cara, pensa que ele também está e na real vai percebendo que ele não dá muita bola pra você? O problema é que a gente sempre percebe tarde demais, né? Hahaha

Então aí está o vídeo: Ele Não Está Tão A Fim de Você. Quem já assistiu o filme com o mesmo título sabe do que eu tô falando, mas se você não sabe, vem conferir o que aconteceu comigo e como eu lidei com isso!



E aí, curtiram? Eu espero que sim! Confesso que estava um pouco receosa de postar esse vídeo pois na maior parte dele falei sobre mim (me empolguei), mas quero saber a opinião de vocês sobre esse estilo de vídeo, mais bate-papo/história.

Beijos ;)



Oi pessoaal! Tudo bem por aí?

No finalzinho de julho do ano passado, eu decidi participar do projeto 101 em 1001. É uma espécie de desafio que consiste em estabelecer 101 coisas para serem realizadas em 1001 dias, o que dá um pouco menos de 3 anos. Se você quiser conferir a minha lista, é só clicar aqui.

Decidi contar um pouquinho pra vocês sobre algumas coisas que estão na lista e que eu fiz até agora, pra motivar quem não tem o costume de fazer listas pra se organizar. Também acredito que sempre é bom relembrarmos aquilo que gostaríamos de fazer e conseguimos conquistar 

1. Tirar a carteira de motorista

Essa foi uma conquista bem inesperada pra mim (eu não planejava fazer a carteira tão cedo), mas incrível. Consegui passar na prova de primeira e fiquei mais do que orgulhosa quando pude ligar pra minha mãe e contar que havia sido aprovada no exame prático <3 Agora falta o carro, mas esse vai demorar ainda hehe ;)

2. Conseguir um estágio bom em 2016

Eu estava super aflita esse ano porque não conseguia estágio nunca, e preciso dele para me formar no curso técnico. Via todos os meus colegas já empregados e eu ainda lutando pra conseguir um. Até que, inesperadamente, uma oportunidade surgiu e eu aproveitei. Estou fazendo estágio em uma farmácia de manipulação e adorando, tem sido muito legal!

3. Entrar na academia/Ganhar pelo menos 5 quilos e manter


Já falei diversas vezes aqui no blog que eu era insatisfeita com o meu corpo, e somente eu poderia mudar isso, né? Me dediquei bastante a melhorar a minha alimentação e treinar sempre, e agora vou à academia 4 vezes por semana desde setembro do ano passado (quando dá) e consegui ganhar bastante peso, quase 10 kg até o momento. Fiz até um vídeo dando dicas pra ganhar peso, você pode ver aqui. Estou muito feliz e orgulhosa de ter conquistado algo que antes era tão difícil pra mim :)

4. Atingir 1000 comentários publicados no blog/Ter 100 mil visitas no blog

Sempre gosto de estabelecer algumas metas numerais para o blog. Nesse ano o blog atingiu 1000 comentários (atualmente está ultrapassando os 2 mil!) e mais de 100 mil visitas. Fiquei muito feliz em conseguir atingir essas metas bem no início do desafio. Quem sabe um dia chegamos a um milhão de views? Heheh =)

5. Escrever um texto para alguém e mostrar pra essa pessoa, sem sentir vergonha por ela ler

Eu sempre tinha muuuita vergonha que lessem os meus textos. Quando comentam comigo às vezes eu ainda tenho, mas muito menos que antes. Algo que eu pensei que nunca faria é mandar um texto que eu escrevi para quem me inspirou a escrevê-lo, e eu tentei mudar isso em mim, e consegui 

6. Tirar os meus sisos/Colocar aparelho

Há um tempinho eu precisava tirar os meus sisos, e acabei adiando e adiando. Não curto o meu sorriso e por isso normalmente não tiro fotos sorrindo, sabe? Decidi que queria colocar aparelho depois de terminar a escola, e acabou que deu certo. Tirei meus sisos no ano passado e coloquei aparelho no finalzinho de março, estou super feliz de ter começado o meu tratamento, finalmente. Acho que é uma coisa que vai mexer bastante com a minha autoestima <3

7. Fazer pelo menos mais duas tatuagens (1/2)


Desde que fiz a minha primeira tatuagem, fiquei louca pra fazer outras. No desafio estabeleci fazer pelo menos mais duas nesse tempo, e na semana passada eu fiz a primeira delas. Os símbolos são o logotipo da banda The Neighbourhood, que eu gosto pra caramba e é uma banda que significa demais pra mim.

Lendo os meus objetivos, percebi que alguns deles já não são prioridade pra mim como eram antes, então acredito que vou alterar alguns itens da lista. Pensei que isso fosse acontecer, afinal, com 18 anos nossas metas vão ser diferentes das dos 20, né? Porém acho melhor mudar do que deixar coisas lá que já não fazem tanto sentido, hehe.

E aí, participam desse projeto também? Gostaram da ideia?

Beijos, Mari.



Para ler ao som de: The Neighbourhood - Prey




Vamos fazer um trato? Eu deixo o meu coração aberto e você também. Só pra ter certeza que nós dois poderemos nos visitar, certo? Certo. Prometo me aproximar com jeitinho, deixar tudo acontecer naturalmente. Isso é tão mais bonito. Conhecer aos poucos as tuas estradas, teus caminhos. E saber direitinho como percorrer cada um deles.

Algo diferente aconteceu comigo desde que você chegou. É que eu ainda não consegui parar de ouvir The Neighbourhood enquanto lembro da gente no seu apê de paredes cinzas na semana passada. Sabe quando você conhece alguém tão incrível que cada descoberta sobre a pessoa te deixa mais feliz ainda por tê-la conhecido? É assim que eu me sinto. Mas eu quero te conhecer melhor. Mais e mais, porque eu não me canso de ouvir as tuas bobagens que me fazem rir e as tuas histórias que fazem eu me apaixonar.

Eu espero que você esteja disposto a conhecer bagunça que se faz aqui dentro. Não sou muito boa falando sobre mim mesma, mas sou do tipo que mergulha de cabeça no que faz e não gosta de pessoas rasas. Eu não sou uma delas. Sempre tive um certo receio de me permitir ir longe demais, mas agora eu não tenho mais. Não com você aqui.

Eu não sabia direito como falar tudo isso pra você. Pergunto o sabor de pizza preferido? Acho que não, ainda nem comemos pizza juntos e isso pareceria meio estranho. Tento descobrir de quais bandas tu gosta e te envio uma música de alguma delas? Demais. Será que dorme sempre com coberta? Qual a série preferida? Curte The Strokes? Ah... eu não ia te perguntar tudo isso. Escrever um texto era uma boa escapatória.

Eu quero conhecer você. Saber das tuas entrelinhas, do teu tipo de beijo preferido e das tuas manias. Saber que você sempre esquece de desligar a luz do quarto e que fica lindo depois de fazer amor. Eu quero te conhecer, moço, e quero que tu me conheça também...



Oi gente! Tudo bem com vocês?

Há algum tempo eu não fazia nenhuma tag aqui no blog, e confesso que estava com saudades, porém não havia encontrado nenhuma que gostasse muito ultimamente. Aí a Geovana lá do Radioativa me indicou pra uma tag bem diferente, e eu achei que seria bem legal trazer aqui pro blog!

A tag consiste em selecionar alguns posts do seu blog de acordo com cada item, sendo 7 no total. Então vamos lá 

1. O POST MAIS BONITO

Fiquei em dúvida se este item era a respeito do post mais bonito visualmente ou no seu conteúdo, então acabei escolhendo a segunda opção. Em outubro do ano passado eu vivenciei um curto momento que me fez refletir sobre muita coisa, e fiquei com aquilo na cabeça tão fortemente que não pude deixar de escrever um texto. Ele se chama "Um pouco de aprendizado", e acho que fala um pouco sobre algumas coisas que precisamos relembrar de vez em quando para valorizar mais os nossos dias.

2. O POST MAIS POPULAR

O post mais popular aqui do blog é o "Como ter ideias para posts?", com 5118 visualizações. O alcance foi ainda maior pois foi um post que apareceu no Depois dos Quinze, da Bruna Vieira <3 O link foi indicado aqui para ajudar blogueiras iniciantes, até hoje não acredito que estou no DDQ!

3. O POST QUE GEROU MAIS DISCUSSÃO/CONTROVÉRSIA

Não fiz nenhum post polêmico até agora, então fiz como a Geovana e escolhi o que mais teve comentários. Foi o post onde falei sobre Verdades Que Ninguém te Conta Sobre Ter 18 Anos, fiz em um estilo bem divertido e mais despojado. Curti fazer posts mais humorados, acho que o blog precisa mais disso hehe <3

4. O POST QUE AJUDOU/AJUDA MAIS GENTE

Escolhi um post da série "Seu Blog", uma série de posts onde dou dicas para ajudar blogueiros. O post é "7 Dicas Para Divulgar Seu Blog de Maneira Eficaz". Nele reuni dicas bem importantes e fáceis de serem aplicadas pra quem não sabe muito bem como divulgar o seu blog =)


5. O POST QUE O SUCESSO TE SURPREENDEU

Esse eu sei na ponta da língua! Hahaha. Um texto sobre mudanças, fins e começos foi um texto que gerou mais de 3 mil visualizações e a maior parte delas por pesquisas no Google, tanto que o texto está na página inicial do Google quando pesquisadas algumas palavras-chave. Foi um texto que eu escrevi despretensiosamente em um dia que não sabia o que escrever. E não foi aquele texto tipo "nossa, escrevi um baita texto!". Na verdade nem curti muito, mas agora reli várias vezes e acabei gostando bastante. Acabou tendo muitos +'s no Google Plus também. Vai entender, né? :)

6. O POST QUE NÃO RECEBEU A ATENÇÃO QUE DEVERIA

Um texto que eu escrevi há muito tempo atrás, "Desejo-te minha loucura". Acho que ele combina perfeitamente com a música que escolhi pra trilha sonora e sempre tenho um sentimento muito forte quando a ouço. Eu gosto demais desse texto, mas foi bem no início do blog e eu ainda nem divulgava muito. Deu até vontade de postar de novo, quem sabe? <3

7. O POST QUE VOCÊ TEM MAIS ORGULHO

Resolvi colocar aqui um texto que escrevi em fevereiro desse ano, "Te Valoriza, Mulher". Ele me dá orgulho porque acho que consegui expressar bem o que eu queria e falar sobre um assunto muito em pauta atualmente: feminismo. Sobre as coisas que as mulheres enfrentam, os desafios diários. Gostei bastante do jeito que escrevi, diferente do usual.

Enfim, foi isso! Gostaram da seleção? Acho legal esse estilo de tag pois vocês também conhecem mais alguns posts do blog, né?

Vou deixar aberto para quem quiser responder. Se postarem também, é só deixar nos comentários ;)

Beijos, Mari.



Para ler ao som de: The Neighbourhood - U&I

Vem cá. Hoje à noite eu quero te dizer tudo aquilo que eu não tive coragem de dizer nos outros dias. Eu não sei o que é, mas as noites me deixam com vontade de falar aquilo que eu sei que não falarei amanhã de manhã. Me abraça, fecha os olhos e ouve a música comigo. Lá fora tá 9 graus e eu sei que você não vai recusar o meu pedido de ficar aqui pra me aquecer um pouco.

Eu não me importo quando eles dizem que você não é o cara certo pra mim. Comigo não tem essa de certo ou errado, somos apenas nós dois, enroscados sob uma coberta branca em uma noite de quarta-feira nem tão entediante assim. E só eu sei o que eu sinto. Só você sabe o que sente. Eu sou esse mar de confusão que nunca sabe o que quer, mas eu continuo aqui. Implorando pelo teu beijo, teu perfume no meu travesseiro e tua camisa no meu corpo no dia seguinte.

Eu só sei que você ferrou pra caramba a minha cabeça. Não importa o que eu faça, eu tô sempre pensando em você e nessa tua mania estúpida de ir embora na manhã seguinte e demorar alguns dias pra ligar de novo. Você não era assim antes, mas é que a gente muda. Eu mudei também. Eu só queria que tudo fosse como antes, sabe? Que eu ainda fosse aquela menininha ingênua que tem o coração acelerado por uma mensagem no celular. E eu só queria que você ainda fosse o cara que me mandava as mensagens.

Quando a gente tá junto, parece que nada mudou. As conversas ainda fluem, o beijo ainda me deixa nas nuvens e o sexo dispensa comentários. Nós dois, eu e você juntos. Cara, nós somos bons pra caramba. Mas e o que acontece quando nos separamos? Será que isso some? Será que estamos fazendo jus ao ditado que diz que "o que os olhos não veem, o coração não sente"?

Talvez a gente tenha mudado mesmo. Pode ter sido o tempo, nossas experiências, os tapas na cara que levamos ou nossas escolhas. Pode ter sido incerto, e de alguma forma, nos desencontramos. Mas hoje à noite, tudo o que eu quero é você aqui do meu lado, porque aí tudo fica bem. Aí eu posso te abraçar e fingir que ainda estamos naquele tempo em que tudo estava no seu lugar. Inclusive você. Inclusive eu. Quando estávamos um ao lado do outro, de onde nunca deveríamos ter saído. Só me dá um beijo e não sai mais daqui.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...